Blog

Meu filho pode levar os sobrenomes do pai biológico e do adotivo?

Sim, desde que a criança deseje. Desde 2016, o Supremo tribunal Federal (STF) reconhece que a criança pode ter paternidade socioafetiva declarada e mesmo assim ter vínculo de filiação sanguínea de outro pai. Ambos devem ser acolhidos pela legislação e registrarem seus nomes na Certidão de Nascimento.

Fale com a advogada

Entre em contato conosco para obter mais informações sobre nossos serviços.